Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Desabafos de uma mulher dos anos 80...

"A vida em constante mudança..."

Desabafos de uma mulher dos anos 80...

Qua | 05.02.14

Aqueles dias estão a voltar...

Butterfly

Aqueles dias em que me sentia pensativa, em que me questionava se esse era o caminho, se estaria a fazer bem, juntamente com a saudade...estão a voltar. Era tão mais fácil se pudessemos arrancar certos sentimentos! Era tão fácil! Bem sei que a vida não se concretiza de facilidades, e é aí que está o desafio...mas sonhar não custa, e nesta situação era óptimo. É que nós realmente completavamo-nos como ninguém. Posso viver 1000 anos, mas não será igual. Não é igual. Não me consigo controlar. Tento e não consigo. E depois, parece que quando estou assim tudo à minha volta parece estar "contra" mim. Ligo a rádio. Tinha de ser, aquela música tinha de estar a passar. Uma música que há quase 10 anos estava sempre a tocar, e que agora é raro ouvir. Vou dar uma volta, passo pelo automóvel estacionado. Dá vontade de lá ir, fazer lhe uma surpresa, estar à sua espera... Ver aquele sorriso tão puro e verdadeiro...tão lindo. Perguntar-lhe o porquê de algumas coisas. Dar por terminada esta história. Ou então não. Não sei. Ambos mudámos, ambos crescemos, e pelo que vi há uns meses, mudou mesmo muito. Mas continua a ser ele... Continuo a ser eu... Continuamos a ter a "nossa" história...Continuamos com o nosso passado presente. Continuamos a ser aqueles que se tornaram adultos juntos. Que partilhámos a sala de aula, que partilhámos o final duma etapa escolar, que partilhámos muitos jantares de colegas. Que partilhámos noitadas, que partilhámos as bebedeiras e nos rimos como uns perdidos, juntos. Tomámos conta um do outro. Tornamo-nos melhores amigos. Partilhámos o amor um com o outro. Amor de amigos, amor de namorados. E que por fim...deixou a marca, a cicatriz...que por vezes não parece curada... Que saudades tuas! Da tua protecção, da tua segurança, do teu mimo...De me deixar adormecer com os teus dedos no meu cabelo... Porquê?!

"Tau!" - Butterfly, desce à terra...a vida não é um conto de fadas... Fui uma sortuda por ter aprendido o que é o amor verdadeiro...Está cá bem no meu fundinho, dentro do meu coração. Mas é melhor estar sossegada. Lutar contra estes sentimentos. Tem de ser.