Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos de uma mulher dos anos 80...

"A vida em constante mudança..."

Desabafos de uma mulher dos anos 80...

Qua | 04.05.16

Amor ou Companheirismo?

Butterfly

Se alguém me perguntasse assim de rajada e em qualquer momento do meu passado, o que é mais importante para mim, amor ou o companheirismo, eu responderia: "Amor". Ou "Amor com companheirismo". Pois para mim o companheirismo "deveria" estar incluído no amor. Numa altura da minha vida tive que fazer uma escolha: Ou o grande amor da minha vida, ou aquela pessoa que foi meu namorado durante muitos anos e que sempre me acompanhou. Após muito pensar, optei pelo grande amor da minha vida. Acho que não há nada melhor que olhar para a pessoa que amamos e saber que ele está ali, e que o podemos beijar e abraçar. Durante uns tempos senti-me mais do que completa. Mas obviamente que aquela paixão fogosa, acompanhada de amor nunca pode estar assim tão..."quente". Passado uns tempos, comecei-me a aperceber que nem sempre o amor que se está viver pode ser acompanhado de companheirismo, de estabilidade e segurança. Somos um conto de fadas, no entanto, os anos foram-me ensinando que os contos de fadas só existem mesmo nos contos para crianças. Um conto de fadas, numa grande história de amor... Mas nós não vivemos de histórias de amor. Vivemos sim, do nosso trabalho e de decisões importante a tomar... E é aí que algumas vezes a nossa história falha. E é ai, que eu me interrogo o que será mais importante... Desfrutar de um grande amor, ou ter aquela pessoa de quem até gostávamos, por quem sentíamos aquela atracção, que era companheiro e um amigo verdadeiro?! Posso mudar a minha anterior resposta?! Começo a achar que mais vale optar pela segunda opção. E podem até me achar fria, mas o amor e uma cabana só funciona mesmo em filmes. 

4 comentários

Comentar post