Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Desabafos de uma mulher dos anos 80...

"A vida em constante mudança..."

Desabafos de uma mulher dos anos 80...

Dom | 31.05.15

A nossa fotocópia

Butterfly

Todos diferentes, todos iguais... Personalidades diferentes que nos fazem tomar decisões diferentes das restantes pessoas. Marcamos a diferença pela nossa postura e perosnalidade. Não somos nem melhores nem piores que os outros, mas somos iguais. No entanto, e ao lado da minha adolescência fui tendo colegas com quem me identificava em termos de gostos. Era a fase da definição. Acredito que estamos em constante mudança, mas também acredito que a adolescência é uma fase em que nos moldamos para a vida. São as situações que vamos passando e a educação que temos que nos vão dando bases para a pessoa que vimos a ser em fase adulta. Ainda assim, parece haver adultos que apesar de se identifacarem connosco e nós com eles, parecem exagerar. De à uns tempos para cá, tenho me vindo a aperceber cada vez mais que tenho uma colega que começa a tentar ser a minha fotocópia e isso ao contrário do que semre senti começa me a fazer alguma confusão. Por exemplo, à muito que desejava comprar o fio X, pois bem, começou a dizer que queria comprar o tal fio e assim foi. Disse-lhe que adoro uns relógios da calvin klein, pois bem, ultimamente em conversa entre mulheres, já ouvi dizer que gosta desses tais relógios. Pintei as unhas de um tom fucsia, pois bem...quem apareceu de unha fucsia? Sim, a tal colega. E por aí em diante. O mais interessante,é que não sou só eu com mania da perseguição, pois já tive outra colega que sem eu tocar no assunto, me disse que começa a não ser normal determinadas situações. Se assim fôr, para mim... chama-se falta de personalidade. Mas eu não posso fazer ou mostrar os meus gostos que vem logo dizer-se que sempre adorou, que sempre quiz e que...blá blá blá? Começo a não dizer absolutamente nada, pois tal como disse, uma coisa que nunca me fez confusão está sem dúvida a começar a incomodar. Bem sei que nada é feito em exclusivo, e nem eu me importo de ter igual aos das outras mulheres. Acreditem mesmo que não... Mas são demasiadas coincidências. Para quê tentarem fotocopiar alguém?! Todos somos diferentes, todos iguais!