Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos de uma mulher dos anos 80...

"A vida em constante mudança..."

Desabafos de uma mulher dos anos 80...

25.09.15

Surpresa!

Butterfly
Adoro surpresas... Parece que as conversas que tenho tido ultimamente sempre fizeram algum efeito... E quando eu menos esperava tinha alguém muito especial a tocar a campainha da minha casa... Era ele. Aquele abraço que de bom tem tudo, aquele beijinho que tanto me acalma... Aquela respiração que me deixa maluca... Só espero que não nos percamos, de novo.  
24.09.15

How I feel right now...

Butterfly
Tantas coisas ao mesmo tempo. Sinto-me confusa, triste e desiludida. O tempo cada vez está mais curto e cada vez mais se aproxima a altura de me ir embora. Abandonar este país. Será que estás ciente de que nos vamos afastar ainda mais? Estará a nossa relação preparada para mais uma separação? Acho que não. Os anos vão passando, e neles trazem a urgência em concretizar os objectivos a que nos propomos à 10 anos atrás. Uma casa, uma família...enfim... Os anos passaram e nem tu (...)
23.09.15

Sozinha...

Butterfly
Muitas vezes eu tenho dito que prefiro me sentir sozinha e não ter ninguém do que sentir-me sozinha e ter alguém. Neste momento tenho alguém e sinto-me sozinha. Zonas do país diferentes, falta de tempo. Não me interessa, não me importa. Consigo entender, mas não consigo aceitar. E então? O que fazer nesta situação? Não tenho muitas hipóteses: Ou aceito e tenho dias assim, ou não aceito e perco a pessoa por quem suspiro à quase 10 anos. Começa a ficar cansativo, e ainda eu (...)
27.08.15

E o meu amor?

Butterfly
Emigração. E após esta decisão... Como fica o amor da minha vida? Aquele amor de que tantas vezes aqui falei. Aquele amor de quem me separei mas nunca esqueci? Aquele amor de quem fiquei separada quase 10 anos,  por quem sou louca e não quero mais largar?? Este é um dos pontos que mais triste me deixa. Passo-a-passo vamos vendo como corre. Diz querer ir ter comigo... Mas sei que adora a área profissional em que se encontra e que está numa fase crescente de evolução. Mas... e (...)
19.05.15

Haverá um limite?

Butterfly
Será que haverá um limite para amar? Será que quando se tomam certas atitudes e decisões pode levar a que ultrapassemos o tal "limite"? Não consigo ter limites... Quando gosto, gosto e pronto. Ou melhor, na situação em que estou é mesmo isto que sinto. Por vezes damos por nós a ultrapassar tudo, um pelo o outro. Só nos queremos um ao outro, uma coisa que por vezes chego a perguntar se não será demais... Certo é que... podemos passar muita coisa, podemos voltar a zangar-nos à (...)
12.05.15

Ciúmes tolos!

Butterfly
Quem nunca sentiu este tipo de ciúme? A verdade é que ele é uma pessoa um pouco insegura e acaba por ter como consequência o ciúme. Também sei que por vezes sou culpada disso, pois mesmo sem razão, às vezes dou por mim a "picá-lo". Gosto de sentir o ciúme dele. Mas é preciso tomar cuidado com esta brincadeira. Infelizmente já passei por algumas situações de ciúmes que me fizeram entender que o ciúme pode tornar-se excessivo e tomar proporções incontroláveis. Desta vez, (...)
08.05.15

Eu por vezes esforço-me...

Butterfly
Sim, digo que por vezes me esforço, pois geralmente tudo o que faço por ti é com vontade. Sinto sempre vontade de te acompanhar, de passar todo o tempo possível contigo e partilhar tudo contigo. Infelizmente a vida tramou-nos esta pequena partida e distanciou-nos fisicamente (vamos ver se não vamos ter que ficar mais um tempo ainda mais longe...), no entanto só quero estar contigo, abraçar-te e sentir o teu quentinho e afecto. No entanto, por vezes sentes te inseguro mal eu digo que (...)
25.04.15

Sinto a tua falta...

Butterfly
Sinto a tua falta... Sinto falta daquele teu abraço forte e ternurento, aquele olhar carinhoso e cheio de desejo, sinto tanto a tua falta! Esta semana tem sido dura... sinto me carente do teu afecto, do teu mimo, do teu aconchego, do teu calor... Não me fazes sentir feliz... Fazes me ser feliz ao teu lado. Esta distância física que nos separa é o que mais nos transtorna. Tentamos não lhe dar grande valor ou importância, mas existem noites... existem noites muito difíceis de não te (...)
24.03.15

Como me sabes bem...

Butterfly
Tudo tem sido bom. Soube muito bem passear contigo, dar-te a mão sem problema algum, beijar-te se assim me apetecer. Sem sentimento de culpa. Com receio de magooar alguém. A cada dia que passa vou me sentindo melhor, mais descontraída, e cada vez mais com a certeza de que és tu quem eu quero. Bem, na verdade não foi agora que tive a certeza. Passaram anos, e tu sempre continuaste em mim. As recordações, a saudade, o desejo, a paixão? O amor? Sim. Penso mesmo que nunca deixei de "te (...)
06.03.15

Quase um ano...

Butterfly
 Sinto que estou a conseguir resolver o que tantos anos demorou a resolver e a sempre estar dentro de mim. O passo mais difícil, fi-lo há quase um ano atrás! Um ano! Consegui dá-lo, consegui seguir em frente sem recuar! Tantas vezes tentei, tantas vezes recuei... Parece que era como se de uma droga se tratasse... E, tendo dado o passo mais difícil dei também o passo que mais ansiava há anos. Revemo-nos uma vez. Revemo-nos duas. Revemos três e quatro vezes...E só chego a uma (...)