Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos de uma mulher dos anos 80...

"A vida em constante mudança..."

Desabafos de uma mulher dos anos 80...

Dom | 17.11.13

Coisas da vida!

Butterfly

Isto não tem andado fácil. “O quê?” – Perguntam vocês. Tudo. Não tenho tido tempo para vir ao blog (que tanto bem me faz), não tenho tido tempo para nada, praticamente. As minhas folgas têm sido passadas a dar atenção à minha família, a ir às compras, a limpar a casa, a preparar tudo para a semana que vem, a fazer certas coisas que tendem a esperar durante a semana. Enfim, não páro um minuto. Depois, sinto-me desmotivada. Outra vez. Ora bolas, penso que já uma vez disse por aqui, mas começo mesmo a chegar à conclusão, que por muito que mudemos de emprego não adianta. Continuamosem Portugal. Sejaa empresa portuguesa, inglesa, espanhola, americana, é tudo a mesma coisa. Estamos na mesma neste cantinho à beira mar plantado, não é? (cantinho que tanto adoro, mas…). Estudamos vários anos, sacrificamo-nos, ou sacrificamos os nossos pais que nos deram o curso, temos a sorte de ter emprego, e depois…depois penso que não passa daí mesmo. Não há hipótese. Bem sei que ter trabalho é uma verdadeira sorte, eu sei, infelizmente, já passei várias vezes pelo desemprego. Depois quando finalmente pensamos ter acertado vemos que não dá. E muitas são as razões. Uma coisa é certa: NUNCA, mas NUNCA me arrependo de ter estudado. Muitas pessoas me dizem:“ah. Isto, ter curso superior ou não é igual. É tudo a mesma coisa”. Não, não é. Ou me dizem “ah, eu não tirei nenhum curso superior, porque como isto está, chego ao mesmo lado das outras!É o mesmo, e ainda fico com o dinheiro” (uuuui esta confesso que me irrita muito. A próxima vez que esta pessoa me disser isso, não conseguirei não responder).

Até não nos podem pagar consoante a qualificação, mas há algo que muita gente se esquece: A nossa personalidade mudou completamente. Não posso falar pelos outros, mas vou dizer-vos o que senti em mim: Senti-me uma pessoa muito mais segura, confiante. Mais tranquila, e ao mesmo tempo mais dinâmica e activa. Com mais cultura geral. Horizontes mais abertos. Com mais personalidade. Fez me crescer antes de entrar no mercado de trabalho. Sim, porque isto de ter 18 aninhos e ir trabalhar (é bom, muito bom para ver o que a vida custa), mas a mentalidade ainda é de teenager. Bem me podem fazer ver que antigamente, as pessoas começavam a trabalhar aos 13 anos, é verdade. Para essas pessoas, talvez isto seja um capricho. Mas também é certo que os tempos mudaram, e hoje em dia tudo se tornou mais exigente (também é certo que os 13 anos de antigamente não são os mesmos 13 anos de hoje em dia, não é?). Hoje vejo mães a dizerem que os seus filhos têm que fazer uma coisa de cada vez: Se é para tirarem a carta de condução é a carta, se é o curso é o curso (aaaaaah…e de preferência no privado!), se é para isto é para isto, se é para aquilo é para aquilo. Credooo…tanta esquisitce. Eu passei pelas 2 situações: Terminei o 12.º ano e decidi fazer melhoria de nota. Nesse meio tempo, trabalhei, tirei a carta de condução (que tanto gozo me deu a pagar), e ainda consegui a média que desejava. Tudo me fez amadurecer. Entrei na faculdade a saber dar valor a cada euro. Entrei na faculdade sem querer “esbanjar” o dinheiro dos meus pais. Entrei com o objectivo de o conseguir em 3 anos. Entrei uma menina, e saí uma menina-mulher. Anos passados, vejo me numa luta constante por estabilidade económica-profissional. Todos sabemos, mas volto a dizer… Isto não está fácil.

 

{#emotions_dlg.meeting}Sei que este meu post fala de várias coisas…não me centrei apenas num só tema, mas dei por mim a dizer tudo aquilo que sentia e como sentia…

 


Bom fim de semana a todos!

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Butterfly

    24.11.13

    Eu também estou na área...bem, não é mesmo mesmo...mas continua-se na área.Trabalhar como temporária é uma situação injusta...não é? Nós precisamos de trabalhar, ter a cabeça ocupada, ter dinheiro todo o ano...não é? Fazes muito bem em pegar em livros...também já acabei alguns anitos, já sinto a cabeça "parada" ou mais bloqueada...mas os livros são algo que estão sempre presentes na minha vida. E isso faz me sentir mais activa...Conta sim, esperarei para ler...

    Beijinho, bom fds!
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.