Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos de uma mulher dos anos 80...

"A vida em constante mudança..."

Desabafos de uma mulher dos anos 80...

Dom | 23.12.12

O Natal

Butterfly

O Natal para mim sempre foi um motivo especial para reunir a família mais chegada. Era sempre uma noite de muita alegria, convivio, e arrisco-me mesmo a dizer de diversão. É certo que, todos nos damos muito bem, prezamo-nos muito uns aos outros e todos os momentos passados juntos, (em geral), são dos melhores. 

Os anos foram passando, e com eles vieram as mudanças naturais da vida. Uma das pessoas que mais amo, o meu mano, emigrou com a namorada já há alguns anos. O meu tio casou e construiu a sua própria família. Com estes dois acontecimentos, o nosso Natal teve que mudar obrigatoriamente. Felizmente, o meu mano sempre continuou muito unido à familia (com Natal e/ou sem Natal) e todos os anos pelo período do Natal faz o esforço de vir cá para passar a quadra. Mas... há 3 anos nasceu o rebento. E pelas vicissitudes da vida, não tem podido vir como gostaria, ou como antigamente o faria. Assim sendo, e para que não passe o Natal "sozinho", eu tenho ido para lá já faz 4 anos. Ainda assim, eu ia, deixava meus pais, avós, tios e priminha. Este ano contrariei o habitual, e também não fui (ao contrário do que me apetecia). Este ano ele lá passará com a mulher e o meu afilhado querido. 

 O meu tio também tem a sua família e a da mulher. A solução por eles arranjada é a de passarmos lá a noite de Natal. Porém, agora não temos alternativa, e à medida que o tempo foi passando tivemos que nos ir "separando" - Uma distância fisica é certo, mas se calhar essa ainda dói mais, pois revolta. Feliz porque sei que é para o bem de todos, feliz porque cada um seguiu o seu rumo e está bem. Mas o sentimento de tristeza por não estar presente é notável. Ainda mais agora com o pequenino, que cada vez mais entende tudo e está com as suas gracinhas e travessuras.

 Infelizmente, sinto que o Natal já não é o que era. Só anseio que eles estejam bem, e não se sintam tristes por não estarem cá, ou não terem lá ninguém. É pensar que é apenas uma noite, que não estamos juntos "hoje", mas daqui a uns mesinhos estaremos juntos novamente. E aí... eu poderei sentir o abraço que mais reconforto me dá, um beijinho e um "Je t'aime" que mais me deixa babada e feliz, e aquela palavra que por vezes tanto preciso de ouvir, e o gesto que preciso de sentir. 

 A vida nem sempre é como gostavamos que fosse, traz-nos mudanças e temos que nos saber adaptar para que as passemos da melhor forma.

A todos, um Feliz Natal, e que o passem da melhor forma possível.

{#emotions_dlg.painatal}

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Butterfly

    24.12.12

    Obgada, és uma querida Pois é, mas ás vzes custa...e estes dias...é a dobrar!
    Beijinho grande para ti.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.