Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos de uma mulher dos anos 80...

"A vida em constante mudança..."

Desabafos de uma mulher dos anos 80...

Sex | 16.11.12

Coisas menos boas...

Butterfly

Infelizmente, estes dias não foram fáceis. Após a descoberta de uma doença grave dum ente querido, recebemos a terrível notícia de que não resistira, e partira desta vida, descansando agora em paz. 

Considerava-o da família, apesar de não o ser de forma directa. Assim sendo, estes dias foram passados a dar apoio incondicional às filhas e à sua esposa - Uma das pessoas mais humildes que tenho o prazer de conhecer. Tudo isto me fez reflectir sobre variadissimas situações da vida: A cerimónia que se executa após o falecimento de uma pessoa, as burocracias a tratar, o estado de choque em que ficamos e todos os sentimentos que vêm à tona com a situação. É algo que por mais que tentemos mexe sempre muito connosco. Somos humanos, é impossível não acontecer. Durante o velório dei por mim a olhar para toda aquela envolvente...Tudo o que a família fez para a tão merecida homenagem. Mas... uma das coisas que a mim me surpreenderam foi...a capacidade que algumas pessoas têm em estar na igreja, num velório, a comentarem sobre este e aquele. Por amor de Deus, acho que há que haver respeito pela família e pelo sentimento que ali se vive. É horrível alguns estarem com os seus pensamentos, a reconfortar a família, enquanto que outros estão a analisar tudo e todos... Até houve alguém que veio ter comigo, dizendo que já não me conhecia, que estava muito bonita, etc.etc. Bom continuando e não me dispersando, cada um vale por si. Cada um age de acordo os seus principios, de acordo com o que pensa ser o mais adequado...A partir daí, e perdoem-me a expressão, "estou-me a lixar"... Mas o respeito é algo que aprecio muito.

Agora, após este desabafo, foi inevitável não pensar numa questão: "O que dizer a um menino de 4 anos, que o avô partiu?". Penso que o mais meigo e menos chocante, é mesmo aquela velha frase mas tão utilizada "Está a descansar no céu...". Por outro lado, já me disseram que os psicólogos não aconselham que se diga isto.

Oh... mas que fazer...?

8 comentários

Comentar post