Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos de uma mulher dos anos 80...

"A vida em constante mudança..."

Desabafos de uma mulher dos anos 80...

Sab | 11.08.12

Poliamor

Butterfly

Poliamor - Conhecem o conceito? 

Nunca vos aconteceu ter um namorado(a) e sentirem se atraídos(as) por outra pessoa? Não sei, algo físico ou até mesmo emocional? Como ter uma relação estável (pelo menos à priori), e de repente começa a existir algo noutra pessoa que mexe convosco? Ou então pensarem algo do género: "Bolas, adoro isto nele(a), mas também há aqueles pontos que adoro no X...Eles(as) dois juntos fariam um ser no PERFEITO" - E sentirem a V. cabeça como que a estoirar, a pensarem que estão confusas(os), pois sentem-se atraídos por 2 pessoas diferentes, e têm e/ou "devem" (numa perspectiva moral e mais tradicional), optar por 1 pessoa e esquecer a outra. Isto tudo junto dá uma grande confusão e grandes momentos de tormento. Chega até a magoar-nos, e sem querer, acabamos por magoar as pessoas envolvidas em todo este processo. E é com todas estas dúvidas e sentimentos que nasce o Poliamor.

O Poliamor é o inverso à Monogamia (ter apenas um relacionamento durante determinado período de tempo), porém, os entendidos defendem que só é considerado Poliamor, quando este pressupõe honestidade no seio da relação. Tem como prínicipio que todos os intervenientes saibam que o outro(a) nutre sentimentos por outra pessoa e que todos se sentem confortáveis com a situação. Por outras palavras, e recorrendo à giria, é como 1 relação aberta. O ciúme não faz parte deste conceito quando colocado em prática.

- Situação dificil para mim. Não, não sou muito ciumenta, mas saber que o meu namorado está com outra pessoa não me agrada.

Confesso que já me senti dividida entre duas pessoas, que a minha cabeça rodou, rodou, e rodou. No entanto, a minha educação e personalidade não me permitiram que seguisse em frente com 2 pessoas ao mesmo tempo. Optei por uma. Consigo entender todo o conceito de Poliamor, mas colocá-lo em prática ser-me-ia muito complicado.

Vejamos: 

- Se um dá tanta dor de cabeça, imaginem mais do que um;

- Como conseguiria estar bem se sabia que ele estaria com outra pessoa? 

- Como se organiza (em termos de tempo e em termos afectivos) uma pessoa que pratica o Poliamor?

Por outro lado:

- Teríamos sempre alguém disposto a aturar as nossas chatices (ou um ou outro...Txiii isto não soa nada bem);

- O que faz falta num, podia ser que o outro desse;

- Talvez permita evoluir em termos sexuais.

Realmente no tempo dos nossos avós era tudo muito mais simples...Uffff! E vocês? Praticam? Têm curiosidade? Conseguiriam levar algumas avante algumas relações em simultâneo?

{#emotions_dlg.meeting}Talvez eu seja considerada uma pessoa covencional, no entanto, respeito os ideais das outras pessoas. 

As imagens são retiradas da Internet.


Beijo Beijo beijo***

{#emotions_dlg.lips}Niela*

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Butterfly

    13.08.12

    Olha ele Sim também... mas pelo k entenmdi, o poliamor envolve mt as emoções. É possível gostar-se (do verbo amar) de 2 pessoas (pelo mens) ao mesmo tempo?Acredito que amar não.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.